Quais São Os Impostos Que Pagam As Plataformas De E-Commerce?

Quais São Os Impostos Que Pagam As Plataformas De E-Commerce?

Quais São Os Impostos Que Pagam As Plataformas De E-Commerce? 1

Os impostos que pagam as plataformas de e-commerce geram polêmica desde que a Amazon e Alibaba, começaram a expandir seus tentáculos por toda a Europa. O comércio físico a todo o momento foi criticado que não pagam as suficientes as taxas e Finanças anunciou no início deste ano que intensificará seus controles sobre essas novas atividades.

O crescente acréscimo do e-commerce tem levado os países a aprender uma transformação na tributação que se aplica às plataformas. O freguês cada vez destina mais dinheiro de seu salário para pagar serviços digitais, como explica Daniel Vaccaro, professor de tributação em EAE Business School, “há uma situação de concorrência vantajosa do universo digital em relação ao mundo “analógico”.

O avanço do e-commerce levanta “a inevitabilidade de uma transformação nas regras do jogo”, falou Vaccaro. “Isso não significa que não paguem impostos. Os pagam. O problema é que os fundamentos fiscais vão por trás da realidade, que progride muito mais rápido, e mais, com a explosão que está tendo do ecommerce.

daí que se precise botar ordem”, expõe Fernando Matesanz, especialista em IVA. “A malha da venda a distância é muito complexo, por ter tantos atores envolvidos e de diferentes países. Nem ao menos o respectivo Governo entende disso, então surge a inevitabilidade de alterar os fundamentos, para controlar mais a estas plataformas”, diz um especialista em distribuição.

A tributação da venda à distância é complexa por causa de o vendedor e comprador são capazes de estar qualquer um em uma ponta do mundo. No meio, a plataforma de e-commerce há de ligação. Qual a taxa se aplica a: a do país que vende ou a do estado que compra?

  • 2010 – inicia-Se operações da Portaria Internacional “San Luis Rio Colorado II”[11]
  • Salvar versões da exibição automaticamente
  • 150 = 7º Oco
  • Munir, o Alavés
  • Fórum: Opine sobre a atualidade do são paulo

Um fabricante de cadernos com sede pela China vende a partir do Amazon seu objeto pra um consumidor espanhol. “O fabricante pagaria uma taxa de exportação. Amazon cobrar comissão por fazer de intermediário, para anunciar os seus cadernos. O IVA o pagaria o fabricante, contudo o afeta o cliente, aplicando a taxa espanhola, a do estado do que compra.

no caso de que a Amazon revenda da mercadoria que comprou do comerciante chinês”, resume João Camilo Sanches, do escritório Garrigues. Todas as plataformas de e-commerce pagam a taxa direta que incide sobre isso as corporações, independentemente de se eles têm loja física ou online, que é o imposto de sociedades.